Este site usa cookies.

Ao continuar a navegar, você aceita a sua utilização. Saber mais

Eu concordo!

ÓLETRAS

MASCOTE DA LÍNGUA PORTUGUESA

A importância da Mascote na comunicação

O SER HUMANO TEM UMAS CENTENAS DE ANOS EM QUE VIVEU MAIORITARIAMENTE FORA DOS CAMPOS, DAS LEGAÇÕES AOS ANIMAIS E À NATUREZA, MAS TEM MILHÕES DE ANOS, FORTEMENTE RELACIONADO COM A NATUREZA E OS ANIMAIS. É POIS ATÁVICO EM NÓS ESTE CARINHO PELOS MESMOS E PELA NATUREZA TER UMA IMAGEM DE COMUNICAÇÃO RELACIONADA COM UM ANIMAL REFORÇA APROXIMAÇÃO DAS PESSOAS DE UMA LÍNGUA DE UMA NAÇÃO, COMO UMA ORGANIZAÇÃO EMPRESARIAL.

Não existe dúvidas que o sucesso de um país da sua linguagem, de uma empresa, um evento, uma marca depende em grande escala da forma como esta se relaciona com o exterior. Com clientes, com o público, com a sociedade e todo o quotidiano que a envolve, com outras Nações, empresas e o mercado na qual estão inseridos, com os media e a ideia da imagem. A comunicação tornou-se no século XX fundamental, essencial, diria vital, ao ponto de colocar outros factores dos produtos e serviços em segundo plano, o “Conceito que o Representa” seja ele um produto, serviço, ou mesmo um povo, uma língua um país, está ligado e traduzido individualmente em cada pessoa única, em uma leitura rápida e instantânea, como um “clic” a navegar na tela das nossas imaginações, sentimentos, e experiências, nos resultados em nos colocar em contacto em fazer relação ou não com este conceito. Muitas foram as formas encontradas para fazer esta ponte, colocar nosso dia-a-dia aquilo que a “MASCOTE” efeitos, tornando-a familiar, criando laços de amizade, carinho e confiança, transmitindo seus valores e conceitos. Uma das receitas mais popular e bem-sucedida nesta relação é a associação personagem “A MASCOTE” a um país/marca/empresa/etc… Esta toma normalmente, a forma de uma pessoa, um objecto ou um animal, mas muitas outras soluções criativas emergem na figura ou aparência de representar algo.
A sua utilização tem excelentes efeitos, sendo que rapidamente nos habituamos a ter a “Mascote” presente nas nossas vidas – nos produtos, meios de comunicação, merchandising, olímpias, eventos, etc – e a associamos a determinada marca dentro de um conceito intimista que almejamos. Mas, mais que a associação visual, estabelecemos uma relação com a personagem, consequência da sua humanização. Ela tem movimento, sentimentos. Por vezes falam, cantam, dançam, voam, pintam, fazem desporto… São dinâmicas, têm vida! E isso não passa despercebido. Isso faz-nos sentir algo pela personagem, é como transitar entre o real e o imaginário, ao ser tocado por uma “Mascote” o lúdico táctil, mescal com visual, imediatamente, elevando aquele momento único e mágico.
A importância da Óletras Mascote da língua Portuguesa na comunicação

Mascote do Óletras

Sabendo isto um país deve ter uma “Mascote” – Um porta-voz muito versátil e completo comunicador. Assim, apelando ao nosso lado emotivo, as “Mascotes” conseguiram um lugar importante na sociedade, tendo um papel determinante na forma como nos relacionamos com os objectos esta com os “LIVROS” leitura, língua portuguesa, e que podemos usufruímos com a vontade e hábitos da leitura do nosso povo, conseguindo um novo relacionamento com a língua Portuguesa. Nome da nossa Mascote “Óletras”.
Client 1
Client 2
Client 3
Client 4
logo óletras - mascote da língua portuguesa - associação cultural
© Óletras Personagem Cultural 2019. Todos os Direitos Reservados.
Design & Development By
Custom Brand Design webdesign grafico consultoria marketing digital